"Este blog é administrado por Simone Fernandes e não tem nenhum vínculo com fã-clubes do cantor. É somente uma forma de homenagear este grande artista, compartilhando suas histórias, respeitando seu legado, família, amigos e os milhares de fãs que existem no mundo todo."



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

30/10/2012

ELVIS E OS BEATLES


Foi exatamente há 47 anos atrás, no dia 27 de agosto de 1965. Depois de muitos telefonemas entre Brian Epstein e o Coronel Tom Parker.  Infelizmente esse encontro histórico não tem registros como vídeos, audios... apenas algumas fotos.

Antes de conhecer o ídolo do rock, John Lennon chegou a dizer: "Antes de Elvis, não existia nada". 

John Lennon achou que o encontro seria um segredo:
"Os fãs e a imprensa imaginaram. A idéia de um encontro entre Elvis e os Beatles simplesmente apavorou muita gente... Elvis nos recebeu tranquilamente e nos levou a uma grande e circular sala. Eu notei que Paul, George e Ringo estavam nervosos, como eu também estava. Aquele era o cara que idolatrávamos por anos. Ele era uma lenda e nunca foi fácil encontrar lendas."
Limousine dos Beatles em frente a casa de Elvis
John Lennon aparece de calça branca



Os Beatles se encontraram com Elvis Presley na residência dele, em Bel Air, Los Angeles, na Califórnia. Foi numa sexta-feira, durante a segunda excursão americana dos Beatles, sob apertadas medidas de segurança. 

Para os jovens Beatles, foi um sonho tornado realidade. No livro “The Beatles Anthology” John Lennon recorda o impacto que a música de Elvis teve na sua vida: “Havia uma pessoa nos Estados Unidos que nós realmente estávamos querendo conhecer, essa pessoa era Elvis Presley. Nós simplesmente o idolatrávamos. A primeira vez que escutei Heartbreak Hotel eu mal pude ouvir o que estava sendo dito. Foi uma experiência auditiva que me deixou de cabelos em pé. Nós nunca tínhamos escutado um americano cantar daquele jeito.  Eles sempre cantavam como Sinatra."

Paul McCartney recorda o encontro como um dos mais importantes da sua vida. “Acho que ele gostou de nós. Penso que, naquela altura, ele pode ter se sentido um pouco sem jeito, mas não disse nada”.

Nesta foto, Elvis ao fundo da limousine
O encontro durou cerca de quatro horas. Segundo algumas fontes, de início o encontro foi constrangedor. O espanto dos Fab Four foi tão grande que eles mal conseguiam falar e em virtude do constrangedor silêncio o Rei do Rock se viu obrigado a dizer: “Se vocês vão ficar só me olhando, eu vou dormir.”

John Lennon:
"Enquanto estávamos prontos para sair, Paul disse, ‘Elvis, gostaríamos que você e os outros caras viessem ao lugar onde estaremos amanhã à noite.’ ‘Bem, vamos, ver’, Elvis respondeu. ‘Eu não sei se poderei, mas obrigado da mesma forma’. Ele riu e apertou nossas mãos. Foi o senso de humor de Elvis que grudou em minha mente. Ele gostava de rir e fazer os outros rirem também. Isto aconteceu porque eu novamente imitei a voz de Peter Sellers enquanto caminhávamos até a porta. Eu disse, obrigado pela música, Elvis, e vida longa ao Rei”.

Elvis chegou a gravar algumas canções dos Beatles, como 'Yesterday', 'Hey Jude' e 'Something'.

A presença do “Rei  do Rock” também influenciou os Beatles e pode ser captada em todas as fazes da banda.


Fontes de pesquisa: 

Adaptação: 
Simone Fernandes

Licença Creative Commons
Elvis Presley Rei do Rock de Simone Fernandes é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.
Baseado no trabalho em http://elvispresleyreidorock.blogspot.com/.

11 comentários:

  1. legal,este foi um encontro misterioso mesmo...mas impactante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... e bota mistério nisso! rsrs

      Abraços amigo XD

      Excluir
    2. queria ter sido uma mosquinha nesse dia :D

      Excluir
    3. queria ter sido uma mosquinha nesse dia ou uma pulga :D

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Os fãs (de qualquer artista ou banda)são os principais "lenha na fogueira" em fazer rivais. Nem a imprensa musical é capaz de inventar rivais a todo tempo. Já fizeram Roberto Carlos e Ronnie Von rivais, Beatles X Stones, Beatles X Elvis e por aí vai. Eu na minha humilde condição e fã e um pouco colecionador diria que sou um Beatlemaníaco Presleyteriano e Robertista. E entre meus contatos (amigos e conhecidos) tem um monte de fã de Beatles que não pode ouvir falar em Elvis, fã de Elvis que não está nem aí para os Beatles e fã do Roberto que não está nem aí pra Beatles ou Elvis. É lamentável esse tipo de opinião pois todos os três ícones gravaram discos maravilhosos e existe uma forte conexão entre os três. Eu gosto muito de Beatles também na mesma proporção que Elvis e Roberto. Esse encontro dos Beatles com Elvis foi arquitetado bem antes de tudo isso. Quando os Beatles apareceram pela primeira vez no ED Sullivan, receberam um telegrama de Elvis Presley dando as boas vindas nos EUA. Telegrama que foi cordialmente enviado pelo raposão Cel. Thomas Andrew Parker. Quando falamos em empresários do showbiz logo nos vem a mente Tom Parker e Brian Epstein.
    No dvd Anthology dos Beatles, há uma gravação de uma entrevista de John Lennon no rádio onde o locutor perguntava sobre o encontro. E John fala que quando entraram Elvis estava sentado no sofá tocando um baixo e assistindo TV. Paul McCartney lembra de Priscilla descendo a escada com uma tiara na cabeça, a comparou com uma boneca Barbie. Ringo Starr falou que achava estranho a máfia de Elvis, todos os caras, descreveu que se Elvis dissesse que ia ao banheiro, todos seguiam os passos do patrão. George Harrison comenta no dvd ANthology que estava mais interessado em conseguir um baseado, rs. Ringo foi o que mais se doeu anos depois pelo episódio quando Elvis se encontrou com Richard Nixon e falou mal dos Beatles.
    O encontro deve ter sido o máximo. Segundo relatos, Elvis nessa noite mostrou a Paul que tinha (tirado) I Fell Fine no baixo. Além de Something, Hey Jude e Yesterday, Elvis também gravou Get Back que ele juntou com Little Sister.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo amigo! O próprio Elvis dizia que não gostava de criticar outros artistas e que no mundo da música há espaço para todos.
      Por isso sou fã dele, por sua humildade e generosidade.
      Eu também gosto muito dos Beatles. E esse encontro foi muito importante.

      Obrigada mais uma vez pela visita!
      Beijos XD

      Excluir
  4. Hola amigos me gusta este sitio,soy mareada del blog http://elvispresley-mareada.blogspot.com.es/
    un saludo muy cordial desde España


    ResponderExcluir
  5. Adorei tudo aqui, muito bem feito o seu blog. Parabéns! Voltarei sempre.Beijocas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Raquel, que bom que gostou do blog. Fico muito feliz de verdade!
      Seja muito bem-vinda e volte sempre que quiser querida.

      Um beijo grande :)

      Excluir

Obrigada pela visita e comentário!

*Simone Fernandes*